se fosse esquizofrénica ao menos era duas

A quem é que dizemos todas aquelas coisas que não devemos sequer pensar mas que nos vão passando pela cabeça?

Advertisements

11 thoughts on “se fosse esquizofrénica ao menos era duas

  1. Mariana diz:

    Mesmo aquelas que nem contamos ao espelho?

  2. Izzie diz:

    Pois, essas… fazemos como o barbeiro do príncipe de orelhas de burro?

  3. Mariana diz:

    O que é que esse fazia? Deu-me uma branca, agora. Só me consigo lembrar do puto do rei vai nu.

  4. Maria Bê diz:

    Mariana,
    Estou com essa profeta da blogosfera que é a Izzie, o blog — no outro dia passei-me e, ultrapassado o medo de ser apedrejada junto a um cacto ou ser declarada unfit mother, escrevi no blog o que me ia na alma e até gostei do resultado.
    Um sorriso!

    • Mariana diz:

      Eu li, Maria, e admirei-te a coragem em cada linha. Só me apetecia ficar-te com a criança e deixar-te ir arejar umas horas. Espero que melhore depressa, essas fases devem ser muito duras *

  5. Pingo diz:

    Antigamente… no meu tempo… era num diáriozito, tudo escrito com uma lapiseira!
    Agora com todas estas modernices é num blog, onde supostamente escrevemos para o computador mas no fim, milhões de pessoas lêem…

  6. Messias diz:

    Crias outro blog, que neste já és responsável por quem cativaste 😉

  7. Mariana diz:

    Mas sou mais responsável por mim. E eu não posso ter medo que vocês se vão embora por eu ser quem sou, senão passo a ter de policiar tudo o que escrevo. E isso é completamente contra o princípio pelo qual o blog nasceu.
    Responsável por quem cativei, desde que isso não implique eu ser outra que não eu.

    • Maria Bê diz:

      Mariana,
      Exactamente! A malta num se assusta facilmente, não te preocupes. Quer dizer, desde que não venhas aqui falar de fazer mal a animais fofinhos e peludinhos (pássaros tudo bem), aí all bets are off.
      O pior que te pode acontecer, parece-me, é descobrir que não és a única a pensar assim, que não és de todo excêntrica e bem mais comezinha (o que às vezes é um nada assustador).
      Pela liberdade bloguística, marchar marchar!
      Um sorriso de passo largo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: