eternal nightime of the busy busy mind

Suspeitamos que, algures, passámos para o lado negro da força quando, ao fim de meio dia de férias, já não sabemos o que havemos de fazer.

Anúncios

14 thoughts on “eternal nightime of the busy busy mind

  1. Izzie diz:

    Morasses tu aqui perto e eu te dava o que fazer.

  2. Anna Blue diz:

    Se puderes, dorme um bocadinho por mim. É o que eu mais quero fazer.
    Sim, sim, sou uma pessoa muito ambiciosa e cheia de ideias giras e inovadoras. Sobretudo inovadoras…

    • Mariana diz:

      Ah, Anna, esse tentei cumprir sábado, ontem e hoje. E todos os dias acordei às 9h30. Estou a planear uma sesta para esta tarde, vamos ver se os planetas se alinham.

  3. Izzie diz:

    Aaaahhhhhhhhhhhh, dormir. Que saudades.
    (supermercado, era mais supermercado. e se quisesses cozinhar qq coisita, também não me opunha)

  4. DNC diz:

    Espera só até teres filhos… 😉

  5. Anna Blue diz:

    Cozinhar, essa saga…
    Posso aparecer de marmita em punho?

    Mas olha, se eu tivesse um termpinho livre e sem horários, acho que elegia uma esplanada (aquecida, claro) com vista para o mar (vista rio também serve, ou em alternativa outro qualquer espelho de água) e um belo livro. Agarrar-me ao telemóvel e devolver as chamadas atrasadas também era uma hipotese a considerar, mas sempre na dita esplanada aquecida.

    Cá está, Anna Blue e as suas ideias inovadoras.

    (não é nada de mais, mas se eu pudesse era o que ia fazer agorinha mesmo)

  6. Anna Blue diz:

    (e depois…siesta, claro!)

    • Mariana diz:

      Aparece, aparece! Dá-se sempre de comer a mais um.
      Eu para já estou por aqui, a ler umas coisas, a ver umas coisas… Daqui a pouco exercício, banho e logo à tarde vou ao supermercado asiático e beber um copo e jantar com umas amigas.

      • Anna Blue diz:

        eheheh…parece-me muito bem! Eu também gosto de uma bela caminhada, mas está um frio que não se pode.
        No sábado tive direito a uma girls night (a primeira em meses) e adivinha o que eu vi ao vivo e a cores: uns Louboutin. Graças a vocês aqui a je já os sabe distinguir. Eu sou o orgulho de mim mesma! (claro que eu só reparei porque a menina que os calçava não sabia andar com eles e chamava a atenção para a forma peculiar de locomoção. Foi lindo!)

      • Mariana diz:

        Acho que isso será também o mais próximo que estarei de uns desses. Eu é mais coisinhas confortáveis, que não como a do “sofrer para ser bela”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: