medicina em mnemónicas #1

ou formas de encornar toneladas de informação em curtos intervalos de tempo – prefácio da primeira edição

Qualquer pessoa que vá ao médico já reparou que é gente que fala esquisito. É toda uma língua para aprender e num curto espaço de tempo. Mais ou menos como porem-vos na China e ao fim de uma semana, vá, duas, já estarem proibidos de pedir água em português. Dor de cabeça? Não senhora, cefaleia. Nódoa negra não existe, equimose. Inchaço é o que têm as velhotas – edema.

Sendo eu moça com muito que fazer (que sou e quando não sou arranjo facilmente ou fico-me pelo muito agradável fazer nenhum) e pouca apetência para endurecimento nadegueiro por assentamento prolongado, rapidamente me tornei fã das mnemónicas. Que, lá está, coisinha de dar muito jeito mas que também implica decorar mais uma treta. Ora, têm por isso que ser giras, escabrosas ou pelo menos parvas. E o belo manancial delas que há nesta vasta área da medicina. Permitam-me, portanto, que vos enriqueça o dia de gargalhadas, enquanto vos ensino coisas tão lindas como os nomes dos pares cranianos ou que tipo de nervos são. Ainda há mais 3 anos e 2 meses de curso e mais bastantes de especialidade pelo que, em não se me acabando as mnemónicas nem o blog, haveis de aprender umas coisinhas, de fazer brilharete na próxima consulta no centro de saúde ou, melhor ainda, na próxima viagem de autocarro entre convivas com mais de 60 anos.

Advertisements

5 thoughts on “medicina em mnemónicas #1

  1. Maria Bê diz:

    Sim, sim, siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim! Educa-me!!!! Adoro ter a mania que sei mais do que realmente sei! E assumo-o despudoradamente!
    Sorriso muito agradecido!

  2. Filipa diz:

    (obrigada pelo comentário lá no blogue. Vamos ver se corre tudo bem. ansiosamente à espera. mais uma vez obrigada. beijos.)

    Bom estudo!

  3. DNC diz:

    Olha que já estou a salivar que eu bem preciso de gargalhada da boa! (Mas bom, bom era ouvir-te contar sobre as mnemónicas em vez de te ler… para a próxima não escapas! Até porque eu queria ter ouvido tudo, tudinho, sobre a viagem a Itália e só me lembro de ouvir que o homem apanhou uma virose…)

  4. Izzie diz:

    Há algum nome científico para o “tenho uma dor aqui de lado”, o “hoje estou em baixo”, ou “é uma espécie de moinha”?

    • Mariana diz:

      Há pois. Então por ordem: uma qualquer coisa-algia (dependendo do sítio), um episódio breve de astenia e dor em moedeira.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: