ponto da situação

Ora, 5 meses passados e ainda não há fotografias da barriga, nem olhares bovinos, horas perdidas às festinhas na pança ou lágrimas nas ecografias. Acho que ainda não se foram neurónios suficientes, ufa, espero que não se vão muitos mais.

Advertisements

4 thoughts on “ponto da situação

  1. Goldfish diz:

    Eu estou contigo: quando se passa meia vida a tentar não ter barriga é difícil gostar-se dela, mesmo que tenha lá dentro algo muito desejado. Quanto ao resto, às vezes pergunto-me quanto será expressão genuína e quanto fruto da convenção social do que é espectável de uma grávida.

  2. Filipa diz:

    Eu nao chorei nas ecografias nem quando ouvi o coração pela primeira vez. Fiquei muito emocionada e feliz mas nao chorei. Agora quando ele nasceu… a coisa mudou de figura! Assim que o tiraram da barriga desatei num pranto… 🙂 foi um dos momentos mais felizes da minha vida! Sem exageros. Talvez por nao ter estado horas em trabalho de parto e ter tido uma cesariana santa. Caso contrario era capaz de estar tão fula que a probabilidade de desatar a insultar toda a gente era imensa…

  3. O desapego hormonal is the new black.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: