sabedoria gravídica

Grávidas dos arredores, ajuntai-vos aqui à minha volta que vou contar-vos um segredo. Sabem as cintas de grávida? As que são só uma faixita abaixo da barriga, quando muito com uma cena laxa para cobrir a dita, mas que estar ali ou não estar era a mesma coisa? Esqueçam. A sério, não deitem dinheiro fora.

Quando a barriga me começou a pesar e as costas a fazer queixinhas (eu tenho uma curva acentuada, de barriga então só piora), lá fui eu, grávida obediente, à procura da dita cinta. Olhei para aquilo um bocado desconfiada, era só uma faixa abaixo da barriga, não tinha ar de segurar grande coisa. O ideal, pensava, era uma coisa tipo suspensórios para a barriga, para lhe tirar o peso, mas isso era parvo. A senhora convenceu-me e eu trouxe a dita faixa, com tapa-barrigas (inutilzinho que só ele). Usei-a duas vezes. Aquilo dobra, aquilo dói, o velcro pica, sai do sítio, enfim, um conforto maravilhoso – para não dizer que, efectivamente, não seguram nada.

Ora recentemente, sobretudo durante e depois da viagem, comecei a sentir dores no meio da barriga, ali na zona entre os músculos (aquela zona onde as grávidas costumam fazer uma linha escura, estão a ver? Se me quisesse armar em médica dizia-vos que é ali na linha branca e que estava a fazer uma diástase dos rectos, mas prometo que ainda não baixou em mim o complexo de deus). É mais ou menos como se o puto estivesse a dar uma de alien e a tentar abrir caminho pelo meio da minha barriga. A sensação é de que me está a esgaçar a pança – não é lindo e não é bom.

Posto isto, vamos ao que interessa: grávidas, têm dores destas? E de costas, têm? Marchem lá para uma farmácia daquelas boas, com joelheiras e cenas assim e comprem uma cinta tubular. Esqueçam as faixas e os suspensores e o que mais vos queiram vender noutros sítios, comprem esta. É um tubo elástico, ficam com a barriga às risquinhas e é um bocadito quente, mas é um conforto que nem vos conto. Ando com a minha há dois dias e as dores desapareceram, estou convertida.

Pronto, vão lá à vossa vida. E não digam que nunca vos ensinei nada, hmm?

Anúncios

10 thoughts on “sabedoria gravídica

  1. Filipa diz:

    Eu usei faixa antes e cinta tubular depois e posso dizer-te que me ajudou muito. Enquanto estava gravida deixei de ter dores nas costas. Depois da cesariana, com a cinta, senti a barriga “menos solta”. Mesmo assim continuo com os músculos abdominais separados (cerca de dois dedos e nao vejo jeitos dos sacanas fecharem), o que faz com que as dores nas costas se mantenham. Mas eu fiz uma barriga mesmo muito grande.

    P.S. Os médicos não são unanimes quanto ao uso de cinta no pós-parto. A minha medica recomendou-me o uso da mesma no máximo durante dois meses. Depois disse-me que era melhor tirar para os músculos nao ficarem preguiçosos.

  2. Filipa diz:

    Fiquei aqui a pensar com os meus botões que se tivesse usado uma cinta dessas enquanto estava gravida, provavelmente nao teria feito uma distensão abdominal tão grande. 😦

  3. Joana diz:

    Da primeira gravidez não usei, tive dores de costas por volta dos 7-8 meses que passaram sozinhas. Agora da segunda pensei nisso, mas penso que não faz sentido acabar com os poucos músculos abdominais que me restam a usar uma cinta. Vou tentar corrigir a postura para reduzir a hiperlordose lombar. Fazer “tilt” posterior da bacia funciona bem para reduzir a lordose e melhorar a postura. Depois digo se funcionar.

    • Mariana diz:

      Joana, acabas muito mais depressa com os músculos se os estirares demasiado. Uma coisa é pô-los a trabalhar, outra é a sobrecarga.

      • Joana diz:

        Bem, o fortalecimento muscular depende precisamente da sobrecarga. E a diástase dos rectos é mais frequente se houver hipertonia dos ditos. As cintas, que sejam para as lombalgias das pessoas “normais” ou das pessoas grávidas tem precisamente o efeito de se substituir à musculatura normal. Raramente prescrevo cintas para os meus doentes com lombalgia, e quando o faço aviso-os que correm o risco de perder massa muscular, e a massa muscular abdominal e do ráquis são a melhor cinta que podemos ter…

      • Mariana diz:

        Pois, mas se a distensão for excessiva (e dado que ainda me faltam dois meses) se calhar é melhor não arriscar uma hérnia – que, segundo a minha prof. de Cirurgia, era o que me esperava se não usasse a cinta – e depois reforçar os músculos quando a criança nascer…

  4. Joana diz:

    Atenção aos abdominais depois do parto, aí sim há risco de hérnias. A diástase acontece em cerca de 20% das mulheres, e regressa ao normal logo após o parto sobretudo se este for normal, nas cesarianas (independentemente do tipo de incisão) demora mais tempo. A maioria das grávidas não usa cinta, e a maioria das grávidas não tem hérnias. Há várias correntes, mas actualmente a mais aceite é a da não utilização das cintas. Se a grávida tiver uma boa postura e não ganhar muito peso durante a gravidez não precisa de cinta nenhuma.

    • Mariana diz:

      Mas eu não tenho como ter boa postura, Joana, tenho hiperlordose pré-gravidez. E fui aconselhada a usar a minha por uma cirurgiã geral e pela minha obstetra. Aliás, há uns dias as dores eram tais que eu tinha de parar no meio da rua e sentia mesmo que se estava a gerar uma fragilidade da parede.
      Claro que o risco de hérnia é maior depois do parto, precisamente pela laxidez com que fica a parede depois de 9 meses a esticar, mas eu estava em risco de a fazer agora.

  5. Anónimo diz:

    Da primeira gravidez apenas usei tendas e, desta, também será isso que vou usar. Tendas, passo a explicar, são cuecas gigantes que chegam quase até debaixo das maminhas e que o meu marido, carinhosamente, acha que depois de terem perdido a utilidade de segurar a barriga na gravidez, servem perfeitamente para acampar.

  6. Li7 diz:

    Pelas minhas 30 semanas as dores de costas atacaram em força!!! O meu médico aconselhou-me uma cinta!! Comprei uma da Chicco e a minha ajudou-me imenso. É o modelo que anexo:
    http://pt.new.chicco2010.fabbricadigitale.it/ProdottiChicco/SchedaProdotto/tabid/278/art/00072096000200/Default.aspx
    Discreta, muito confortável, dá um apoio óptimo á barriga… ja não consigo sair de casa sem ela, a minha não enrola, não magoa.

    Beijinho
    Li7

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: