dilemas de quinta-feira à hora de almoço

Ai valham-me féshionistas e gente linda da minha blogosfera! Ajudem esta pobre criatura em profundo dilema existencial. Como, senhoras, como é que se organiza uma mala para alguém que não se conhece? Digam a esta mãe angustiada quais os modelos universais, o trapito que fica bem a qualquer catraio feio e enrugado como eles nascem todos. É que, pensem lá comigo, sei lá eu se a criança é gorda ou magra, morena ou pálida ou vermelha do esforço! E depois, como é que eu vivo com o peso, a culpa, a cruz de ele ter para toda a sempiternidade umas fotografias pirosonas e sem estilo, porque mamãe enfiou a criatura branquela num fofo cor de ovo? Ou o reco da família num chambrinho às riscas? Se calhar o melhor é inscrevê-lo já no psicólogo, não vá a criatura ficar traumatizada por se ver enfiada num barrete com orelhas ou numa gola à Camões.

Anúncios

20 thoughts on “dilemas de quinta-feira à hora de almoço

  1. Anónimo diz:

    Compra roupa a partir dos 3 meses. Não há nada pior do que ter de vestir roupa apertada a um recém-nascido. Se ficar grande, paciência, dobra-se.
    A verdade é que eles são todos bastante feinhos quando nascem.
    Claro que mãe não vê nada disso…

  2. Mac diz:

    Andei à procura do teu e-mail, mas não encontrei. Cá vai 😉
    http://avidaemazulcueca.blogs.sapo.pt/720299.html

    (aumenta o número de bodies e roupas exteriores, ao fim de dois filhos cometo sempre o mesmo erro e o pai tem que levar mais mudas de roupa. também não incluí aquilo que snifamos para fluir o leite e não me lembro do nome, mas deves saber o que é. ajuda imenso e evita chatices)

  3. Mac diz:

    Já me esquecia, se fores para o privado, não precisas de nada para a higiene do bebé, nem fraldas, eles “dão” tudo.

    • Mariana diz:

      Merci, Mac! Já tenho a lista da maternidade, mas vou dar uma olhadela à tua também.
      Acho que vou ter de começar a pôr uma bolinha verde no canto quando estiver a ser irónica, pelos vistos não sou muito boa nisso 😉

  4. Mac diz:

    Ai mas espera, querias outra coisa 😛

    Olha, eu cá foi tudo azul e branco, correndo riscos de grandes traumas, ainda por cima um nasceu-me de cabelo preto e o outro loiro

  5. Smelly Cat diz:

    Com golas à Camões não há erro! É isso e folhos. Muitos folhos. Dá sempre (trauma) certo!

  6. Filipa diz:

    O meu desgraçado vestiu babygrows (bonitinhos e com golinhas, atenção! – a Knot e a Laranjinha têm uns muito giros), quentinhos e muito práticos. E olha que as fotos até ficaram porreiras. Diria que o pior das fotografias sou mesmo eu, que apareço com cara de quem foi atropelada por um camião e não se apercebeu. 🙂

    • Mariana diz:

      Filipa, sou incapaz de pagar os preços da Knot e da Laranjinha por uma coisa que vai durar 2-3 meses, se tiver sorte. Foi tudo corrido a muita H&M, alguma C&A, alguma Zara Kids e muitas coisas que vieram da viagem aos EUA ao preço da chuva.

  7. Anna Blue diz:

    As primeiras fotos do rebento? com a roupa emprestada do hospital, pois está claro! Porque o pai (raios parta a falta de dois neurónios nas altura-chave) foi para casa á noite e levou com ele tooooooodaaaaaaa a nossa bagagem. Pelo menos originalidade não nos falta…

    • Mariana diz:

      Hahahaha Anna, muito bom! Tenho de ter cuidado, o meu é assim despassarado, ainda corro o risco de me acontecer o mesmo. O que vale é que ele não vem dormir a casa, só se cá deixarmos ficar a mala e vou ver se aí consigo controlar a coisa 😉

      • DNC diz:

        A primeira roupa que o mais velho vestiu foi um babygrow amarelo do hospital, porque a senhora enfermeira achou que a roupa que eu levei era mal empregue… não é que fosse alguma coisa de transcendente, mas ela achou que era uma pena sujar… e eu não estava em condições de discutir com ela e o meu marido ainda não estava lá… Mas assim que lhe dei banho vesti-o com um conjuntinho lindo em tons de branco e verde, muito simples, sem folhinhos nem golinhas.
        O mais novo vestiu um babygrow azul, também muito simples, prático e lindo, que eu escolhi. Dessa vez ninguém achou que era uma pena sujar e ainda bem, porque as primeiras fotos dele estão muito mais giras do que as do irmão. (Se bem que se eu misturar fotos deles recém-nascidos ninguém consegue saber quem é quem, até o pai os confunde :))

  8. Izzie diz:

    A Loja do Gato Preto tem paninhos e loiça muito bonitos, e que depois sempre se aproveitam para outras coisas.

  9. Mariana diz:

    A sério, senhoras? A sério que vocês acham que isto é verdadeiramente uma questão que me preocupa? Quer dizer, eu sei que a maioria de vocês não me conhece, mas também não vieram cá parar ontem ao engano, pois não? Já leram uma ou outra coisita, já partilharam das minhas telhas. Não podem achar honestamente que eu estou preocupada com o que o puto vai vestir, pois não? Quero lá saber se é verde, azul ou amarelo às bolinhas, se escolhi eu ou o senhor pároco! Quero é que venha bem, que venha rápido e que seja tudo o mais pacífico possível.

    • DNC diz:

      Claro que o que te importa é que ele venha bem, mas, confessa lá, de todas as roupas que já lhe compraste, não houve nenhuma que pensasses que gostarias que fosse a primeira? (Se disseres que não, eu juro que acredito e que “me calo”.)

  10. innocent bystander diz:

    hehe, quando fui internada disseram-me: traga a roupa que quiser que a bebé vista, ou então a gente veste com uma de cá, que é aquecida; nem pensei duas vezes. Portanto, as primeiras fotos da minha, além dos meus tubos, é com um baby-grow da marca hospital garcia de orta 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: