a norte nada de novo

Não tenho nada para contar. Tenho um filho de cinco-quase-seis meses que não dorme mais que duas horas seguidas, e portanto eu também não. Mas ri muito, faz festinhas e já anda agarrado aos nossos dedos. Perdão, falta ali uma vírgula: já anda, agarrado aos nossos dedos. Não há maior prazer para ele que correr a casa pelo próprio pé e à custa das nossas costas. É um doce e é impossível ao mesmo tempo e eu com tanto sono, quase meio ano sem dormir os neurónios que já devem ter morrido.
Eu cá ando, a tentar estudar e fazer exames com este cérebro meio vazio meio adormecido e a tentar não pensar nos semestres que aí vêm, que se a criança não começa a dormir ainda caio para o lado ou lá se vai a medicina de uma vez e eu não posso, não posso desistir desse sonho pelo qual lutei tanto.
Ser mãe continua a ser a melhor e a pior coisa do mundo. Isto não melhoram pois não?

Anúncios

6 thoughts on “a norte nada de novo

  1. Izzie diz:

    Oube lá, mas isso não é fome, ou assim?

  2. Conheço um caso parecido, em que o menino não dormia nada de jeito (porque não tinha necessidade) e os pais já estavam a dar em malucos com a privação de sono. A solução que encontraram foi a de o colocar numa creche (quem diz creche, diz ama/familiar, etc). Pode-te parecer uma ideia de uma déspota, mas se não estiveres minimamente bem, não podes dar o teu melhor ao teu filho.
    Ainda não sou mãe (falta cerca de 1 mês e meio), mas sou uma pessoa que adora ( e necessita) dormir. Se me calhar na rifa, uma miúda que não durma, vou ter de recorrer a este esquema. Se me vai custar horrores estar longe dela? Vai. Mas conservo a sanidade mental.
    P.S. Rezo a todos os santinho que ela não saia ao pai, que só dormiu a 1a vez 1h30 seguidas com 1 ano e meio. Não sei como a minha sogra sobreviveu… -.-

  3. Apesar de não estarmos com esse problema, o meu tem 6 meses e só recentemente começou a gostar da chucha. Fui sempre tentando porque, apesar das profecias da desgraça associadas à dita cuja, achei que era bom para se acalmar. Quando eles acordam muito a chucha não é milagrosa porque tem de se ir lá meter na mesma durante a noite quando eles a perdem mas a vantagem é que dentro de poucos meses eles já a sabem procurar sozinhos e isso por si só é animador… Enfim, só mais uma ideia no meio das milhentas que já devem ter tentado.

  4. Ana diz:

    Olá.
    Aqui mamã de bebé de dois meses. Grande dorminhoca desde que me conheço, tenho terror de não dormir quando o nenuco nascesse.
    A gravidez apesar de me ter dado muito sono no início e no fim, preparou me para dormir pouco e poucas horas seguidas (antes conseguia dormir 12 horas seguidas sem acordar para nada!), porque passei a gravidez toda com algumas dores nas pernas e mãos, com grandes insónias, com idas ao wc de duas em duas horas, com sono leve que qualquer coisa me acordava e não me deixava voltar a dormir. Mas, fazia sesta quase todos os dias e lá me aguentei. Na noite antes do nenuco nascer, devido às mega dores fiz directa e tirando duas horas que dormi nesse dia entrei noutra noite no hospital onde ele nasceu sem pregar olho (pudera), e nas duas noites seguintes que fiquei internada, devido a novidade e as mega dores que me acompanharam quase dez dias, não dormi nada. Vim para casa em modo sonâmbulo e desde aí apesar de dormir alguma coisa, nunca mais recuperei. O meu bebé adora dormir, mas adora em igual maneira comer. Assim, de três em três horas toca a mamar. E mama, mama uma hora!!! Depois, o seu ponto fraco é o rabinho que volta e meia e apesar de todos os cuidados e mais alguns, assa, assim, todas as mamadas troco a fralda e depois disso, à noite cansada e quase a dar em doida, desisiti de o embalar e adormecer e dorme mesmo comigo e com o pai, porque o deito no nosso meio, adormeço a olhar para aqueles lindos olhos e ele ali fica a palrar, mas se o meter no berço é choro e depois fica com o ‘tau’ e não há mais paz.
    Anseio por dormir algumas horas seguidas, seis, sei lá.
    Há dias, como hoje, que me sinto cansada, mas outros em que ando até relativamente bem tendo em conta a privação de sono.
    É muito duro. A minha sobrinha dorme desde os dois meses a noite toda, têm que acordar para comer, mas também toma biberão, dizem que assim dormem melhor, que a mama os faz acordar porque o leite materno é mais facilmente processado!
    Sei lá.
    O que sei é que te desejo força, vai acabar por ficar mais fácil, é o que me dizem e eu tento acreditar que sim, que voltarei a dormir.
    Beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: