quase

esta noite sonhei contigo e era mentira que já cá não estavas, quase que te vi virar a esquina como me acontece tantas vezes acordada, quase a tua figura pequenina e despachada nas pessoas que passam ao longe e que quando se aproximam afinal não és tu. era mentira e tu ainda cá estavas, as tuas mãos que não esqueço, o teu riso que partiu muito antes de ti. as saudades iam desaparecer, vinhas aí e o abraço daquele domingo não era, afinal, a ultima vez que te via.

dois anos hoje. era o principio do fim e nós sem saber. ou sabendo e sem querer acreditar. tenho tantas saudades tuas.

Anúncios

2 thoughts on “quase

  1. Filipa diz:

    Nem sei que te diga, a não ser que te compreendo totalmente.
    Abracinho solidário.

  2. Margarida diz:

    Beijinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: